(42) 3646-1122

Horário de Atendimento:
Segunda à Sexta - 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h

GESTÃO ATUAL
O MUNICÍPIO
SERVIÇOS

Última Atualização do site:  

22/06/2018 17:00:59

ALISTAMENTO MILITAR ATÉ 30 DE JUNHO

ALISTAMENTO MILITAR ATÉ 30 DE JUNHO

O alistamento militar é um ato obrigatório a todo jovem brasileiro do sexo masculino. A inscrição deve ser realizada no período de 1º de janeiro ao último dia útil do mês de junho do ano em que o cidadão completar dezoito anos, na Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de sua residência. Em PITANGA, Avenida Getúlio Vargas, anexo a Agência do Trabalhador.

Confira as perguntas abaixo e infome-se o Serviço Militar.

Atualização: Confira todas as informações sobre o alistamento militar

1) Quem deve realizar o alistamento militar?
O alistamento militar é obrigatório para todo cidadão brasileiro do sexo masculino. Brasileiros naturalizados ou por opção deverão realizar o alistamento no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data em que receber o certificado de naturalização ou da assinatura do termo de opção.

2) Qual é o período do alistamento militar?
O alistamento militar deve ser realizado nos primeiros seis meses do ano em que o brasileiro completar 18 (dezoito) anos de idade. Neste caso, o candidato concorrerá à seleção geral realizada no mesmo ano do alistamento podendo ser incorporado no quartel no ano seguinte. Quem se alista após os seis primeiros meses será encaminhado à seleção geral do ano seguinte ao alistamento.

3) O que fazer se eu perder o prazo do alistamento?
O brasileiro deve comparecer a uma Junta de Serviço Militar mais próxima de seu domicílio, pagar a multa prevista na legislação vigente e realizar o seu alistamento militar.

4) Qual é o valor da multa para quem não se alistou?
O valor da multa é de R$ 3,71, a ser paga em uma agência do Banco do Brasil ou dos Correios.

5) Completo 18 anos em 2015 mas moro no exterior, o que fazer?
O brasileiro residente no exterior que está em idade de alistamento (ano em que completa 18 anos), deverá dirigir-se à Representação Consular (Consulado/Embaixada) mais próxima e realizar o seu alistamento. Na primeira oportunidade que retornar ao Brasil, deverá procurar a Junta de Serviço Militar mais próxima de sua residência e regularizar a situação militar no País.

6) Posso escolher em qual Força Armada quero prestar o Serviço Militar?
Durante a Seleção Geral, o brasileiro poderá indicar sua preferência pela Marinha, Exército ou Força Aérea. No entanto, somente será atendido caso venha a se enquadrar nos perfis e padrões previamente estabelecidos para cada Força Armada, de acordo com a disponibilidade de vagas.

7) Onde devo me alistar?
O alistamento é realizado na Junta de Serviço Militar mais próxima de seu domicílio. A Junta de Serviço Militar é um órgão alistador pertencente à estrutura administrativa da Prefeitura Municipal.

8) Quais documentos devo levar?
Ao se dirigir a uma Junta de Serviço Militar, o brasileiro deverá estar munido dos seguintes documentos:

Certidão de Nascimento, Casamento ou Carteira de Identidade original.
Certidão de Naturalização ou Termo de Opção (para os brasileiros naturalizados ou por opção).
Registro de Emancipação (no caso dos índios).
2 (duas) fotos 3x4 (sem data e recente).
Comprovante de Residência (conta de luz ou água, etc...).

Conforme a Lei 12.037, de 1º de outubro de 2009, podem ser aceitos como documento de identidade (todos dentro de sua validade): carteira de identidade; carteira de trabalho; passaporte; carteira de identificação funcional; outro documento público que permita a identificação do alistado.

9) Quais são as etapas do alistamento militar?
O recrutamento militar compreende as seguintes fases: alistamento, seleção (aspectos físico, cultural, psicológico e moral), distribuição (encaminhado à Marinha, Exército ou Aeronáutica), e a incorporação (ingresso nas Forças Armadas).

10) O que acontece se eu não prestar o serviço militar?
O brasileiro que não se alistar no prazo previsto estará em débito com o Serviço Militar na situação de “fora do prazo”. Ao não estar em dia com as suas obrigações militares, o cidadão não poderá:

Obter passaporte ou prorrogação de sua validade;
Ingressar como funcionário, empregado ou associado em - instituição, empresa ou associação oficial, oficializada ou subvencionada;
Assinar contrato com o Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios;
Prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino;
Obter carteira profissional, registro de diploma de profissões liberais, matrícula ou inscrição para o exercício de qualquer função e licença de indústria e profissão;
Inscrever-se em concurso para provimento de cargo público;
Exercer, a qualquer título, sem distinção de categoria ou forma de pagamento, qualquer função pública ou cargo público, eletivos ou de nomeação;
Receber qualquer prêmio ou favor do Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios.
11) O que é o Certificado de Alistamento Militar (CAM)?
Certificado de Alistamento Militar (CAM) é o documento comprovante da apresentação para a prestação do Serviço Militar inicial. Será fornecido gratuitamente pela Junta de Serviço Militar (órgão alistador). Nos limites da sua validade, e com as anotações devidas, o CAM é, ainda, documento comprobatório de que o brasileiro está em dia com as suas obrigações militares.

12) Posso adiar o alistamento militar?
Não, o alistamento militar é um ato obrigatório que deve ser realizado nos primeiros seis meses do ano em que o brasileiro completar 18 (dezoito) anos de idade. Entretanto, durante a fase de alistamento poderá ser solicitado o adiamento de incorporação.

13) O que é adiamento de incorporação?
É o ato de transferência de um brasileiro alistado para prestar o Serviço Militar Inicial com outra turma posterior a sua.

14) Onde pode ser solicitado o adiamento de incorporação?
O adiamento de incorporação pode ser solicitado na Junta de Serviço Militar mais próxima de seu domicílio, desde que o brasileiro satisfaça algumas condições estabelecidas na Lei do Serviço Militar e seu Regulamento.

15) Pessoas com deficiência se alistam no Serviço Militar?
Sim, pois o alistamento militar é um ato constitucional obrigatório. No entanto, durante o alistamento militar, o brasileiro que apresenta aparente incapacidade física e/ou mental estará isento do Serviço Militar e poderá requerer na Junta de Serviço Militar, o seu Certificado de Isenção (CI). Os demais casos de incapacidade física e/ou mental não aparentes devem ser verificados no exame médico durante a Seleção Geral.

16) O que acontece após o alistamento militar?
Após o alistamento, a data de retorno do brasileiro à Junta de Serviço Militar será anotada ou anexada no verso do Certificado de Alistamento Militar (CAM), para que o mesmo se apresente para a seleção geral ou dispensa do Serviço Militar.

17) O que é Seleção Geral?
É a fase em que o brasileiro se apresenta a uma comissão de seleção das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) a fim de concorrer à incorporação no quartel.

18) O que acontece com o brasileiro alistado que não se apresenta na Seleção Geral?
O brasileiro alistado que não se apresentar durante a época de seleção de sua classe ou que, tendo-o feito, ausentar-se sem a ter completado, estará em débito com o Serviço Militar na situação de “refratário”. Nesta condição deverá retornar a Junta de Serviço Militar e realizar o pagamento da multa prevista na legislação vigente para ser encaminhado novamente à seleção geral.

19) O que significa o termo insubmisso?
É o convocado selecionado e designado para incorporação ou matrícula que não se apresentar à Organização Militar que lhe for designada, dentro do prazo marcado ou que, tendo-o feito, ausentar-se antes do ato oficial de incorporação ou matrícula.

20) Que documentos devem ser levados à Seleção Geral?
Devem ser levados os seguintes documentos:

Certificado de Alistamento Militar (CAM);
Carteira de identidade ou prova equivalente;
Uma fotografia 3x4 (recente e sem retoques);
Recomenda-se que o brasileiro evite comparecer usando chinelo, bermuda ou camiseta cavada.

21) Quais são os benefícios do serviço militar?
O Serviço Militar contribui para a formação do caráter cívico e da cidadania dos jovens brasileiros, introduzindo valores éticos, morais, físicos e culturais, difundidos e praticados nas Forças Armadas. Presentes em todo o território nacional, as Forças Armadas, com o Serviço Militar, garantem a representatividade geográfica, étnica, social e religiosa de seus integrantes, interagindo melhor com a sociedade.

O tempo de Serviço Militar também conta para a aposentadoria, de acordo com o inciso I, do art. 55, da Lei nº 8213/1991.

22) Sou mulher, sou obrigada a me alistar?
As mulheres estão isentas do serviço militar obrigatório, na forma prevista pela Constituição, mas podem ingressar nas Forças Armadas mediante concurso público. No nível técnico, seguirão como praças, e no nível superior, como oficiais.

23) Quanto tempo dura o serviço militar?
O Serviço Militar inicial ( obrigatório) tem duração de 12 meses, podendo ser reduzido por dois meses ou prorrogado por até seis meses.

24) É preciso ter ensino médio completo para se alistar?
Não é exigido nenhum grau de escolaridade no momento do alistamento. Todos os jovens com 18 anos - alfabetizados ou não - devem se inscrever.

Prorrogada até sexta-feira a campanha de vacinação contra gripe

Prorrogada até sexta-feira a campanha de vacinação contra gripe

A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada até 22 de junho. Os municípios paranaenses com baixa adesão à vacinação devem reforçar suas ações para cumprir a meta de vacinar ao menos 90% da população-alvo no Paraná.

Devem ser vacinadas todas as crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos; gestantes; mulheres que tiveram parto recente, em até 45 dias; trabalhadores da área da saúde; professores da rede pública e particular; pessoas com mais de 60 anos de idade; populações indígenas e doentes crônicos.

O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, disse que a preocupação maior é ampliar a vacinação das crianças entre seis meses e menos de 5 anos. “A gripe pode levar a óbito. Por isso, convocamos os paranaenses que compõem o grupo de risco a comparecer nos postos de saúde para receber a vacina”, disse.

Até o momento, apenas 66% da faixa das crianças de seis meses a cinco anos incompletos foi imunizada no Estado. “Estamos com baixa cobertura nas crianças de seis meses a cinco anos de idade. Esta será a última semana para imunizar o público-alvo”, lembrou o secretário.

Entre as 22 Regionais de Saúde, 10 já atingiram imunização de pelo menos 90% da população-alvo e quatro ainda apresentam índices de vacinação abaixo de 80%. São elas Paranaguá, Região Metropolitana de Curitiba, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu. O índice de cobertura vacinal geral no Estado é de 84,4%.

O secretário Nardi lembrou que, caso os municípios desejem, podem estabelecer 23 de junho, sábado, como Dia D de vacinação contra a gripe.

Depois do fim da campanha de vacinação, as doses restantes serão disponibilizadas para a população em geral, a partir de 25 de junho.

CONSEA realiza Encontro Regional

CONSEA realiza Encontro Regional

Pitanga, através da Amocentro (Associação dos Municípios do Centro do Paraná) em parceria com a Emater-Pr, Fórum Territorial Paraná Centro, sedia o Encontro Regional do CONSEA (Conselho de Segurança Alimentar), nesta sexta-feira (15), com a participação de representantes de vários municípios da região e com o intercâmbio de outros estados.

O objetivo é o debate sobre as políticas públicas, destinadas pelos governos federal e estadual para garantir a necessidade básica de alimentação aos cidadãos de forma geral.

BOA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE OVINOCULTURA

BOA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE OVINOCULTURA

Capacitação - A Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária de Pitanga em parceria com Sindicato Rural e SENAR, promoveu o curso de Ovinocultura nos dias 06 a 09 de junho, com aulas teóricas. O curso foi realizado com bom número de participantes, na Secretaria de Agricultura e Pecuária e com aulas práticas na propriedade do produtor rural Cleverson Schon Cheve & Daniele Cleve (Cabana São Daniel). A Instrutora Jaciane Beal (Campo Mourão - Pr), coordenou o curso de Ovinocultura, sendo realizado em duas turmas. 1° Turma 06 e 07 de Junho (Produtores Rurais), a 2° Turma 08 e 09 de Junho (Acadêmicos / Veterinária - UCP). Segundo informou a instrutora Jaciane Beal, o curso teve como objetivo, o melhoramento de pastagem e manejo da atividade no ramo de ovinocultura, visando o fortalecimento na Agricultura Familiar e estimando uma nova fonte de renda para os produtores.

NOVAS OPORTUNIDADES

A equipe da Secretaria Municipal, analisará a possibilidade de agendar novas datas, para que outros interessados possam também participar. "Parabéns a todos os parceiros deste projeto e especialmente aos participantes que concluíram o curso", finalizou Juliano César Lipovieski, Secretário de Agricultura e Pecuária.

DOAÇÃO DE ALIMENTOS

DOAÇÃO DE ALIMENTOS

Os alimentos arrecadados no evento Pescaria do Trabalhador, realizado em 20 de maio, foram encaminhados para pastoral da família da Paróquia N.S. Perpétuo Socorro e Clube dos Desbravadores da Igreja Adventista do 7º Dia.
"Essas entidades levarão os 810 kilos de alimentos doados pela população que participou da pescaria e encaminharão às famílias que estão necessitando de um apoio nesse momento. Agradecemos a todos que participaram do evento e estão ajudando diretamente estas famílias", explicou Glenn Willian, Secretário Geral de Administração.

Rosenilda Araújo e Adriane Machado, diretoras do Clube dos Aventureiros e Desbravadores, que trabalham com as crianças e jovens da comunidade evangélica da Igreja Adventista, agradeceram a parceria da prefeitura em ações sociais. Da mesma forma o Padre Gilson, pároco da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, disse que estas ações representam o verdadeiro sentido de fraternidade e solidariedade.

Centro Administrativo 28 de janeiro, nº 171 - Centro

CEP: 85200-000 - PITANGA - Paraná

(42) 3646-1122

Horário de Atendimento:
Segunda à Sexta - 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h